Um caminhão sofreu um acidente em Serra Dona Francisca (SC), resultando no derramamento de sua carga perigosa em um rio próximo

Foi declarada situação de emergência na cidade de Joinville devido a um derramamento de produto químico que pode causar escassez de água em 34 bairros.

No início da manhã desta segunda-feira, um caminhão que transportava ácido sulfônico capotou na SC-418, no km 15, em Serra Dona Francisca, Joinville. O acidente resultou em um vazamento químico que contaminou um rio próximo, conforme evidenciado por vídeos que mostram espuma branca na superfície da água.

Em resposta a isso, a Estação de Tratamento de Cubatão (ETA) interrompeu toda a captação de água às 10h, o que poderia deixar pelo menos 34 bairros sem abastecimento de água.

Por questões de segurança, o trânsito na área afetada foi interrompido. A Polícia Militar Ambiental, os bombeiros e a Polícia Militar Rodoviária foram mobilizados para atender a ocorrência.

Técnicos de água da Companhia Águas de Joinville estão realizando testes para garantir que a água esteja livre de vestígios químicos. A empresa relatou uma rápida queda no nível dos reservatórios, com o nível caindo para uma média de 50% por volta das 10h30, suficiente para apenas quatro horas de consumo.

Autoridades da Prefeitura, de Águas de Joinville e das Forças de Segurança da cidade estão reunidas no Gabinete de Crise para acompanhar a situação.

O prefeito Adriano Silva realizou um levantamento aéreo da área afetada no helicóptero Águia da Polícia Militar. Ele observou que o produto químico derramado estava se espalhando rapidamente pelos corpos d’água locais. Em resposta, a cidade pediu aos moradores que economizassem água.

Abastecimento de água para diversos bairros, incluindo Adhemar Garcia, América, Anita Garibaldi, Atiradores, Aventureiro, Bom Retiro, Boa Vista, Bucarein, Centro, Comasa, Costa e Silva, Distrito Industrial Norte, Dona Francisca, Espinheiros, Fátima, Floresta, Glória, Guanabara, Iririú, Itaum, Jardim Paraíso, Jardim Iririú, Jardim Sofia, Jarivatuba, João Costa, Paranaguamirim, Parque Guarani, Petrópolis, Pirabeiraba, Rio Bonito, Saguaçu, Santo Antônio, Ulysses Guimarães e Vila Cubatão, que são atendidos pela ETA Cubatão, pode ser afetado.

O produto químico derramado, ácido sulfônico, é uma substância tóxica usada na produção de uma variedade de produtos de limpeza, incluindo detergentes líquidos, em pó e em pasta, desengraxantes, detergentes multiuso e produtos de limpeza para alumínio. O vazamento do caminhão tombado já está causando mau cheiro na região. Para garantir a segurança, bombeiros e policiais estão utilizando máscaras de proteção e facilitando a evacuação dos moradores que moram próximos ao local do acidente.

Leave a comment