Pela primeira vez, a Jordânia avança para as semifinais da Copa Asiática de Seleções com vitória por 1 a 0 sobre o Tadjiquistão

Em uma partida emocionante no Estádio Ahmed bin Ali, no Catar, na sexta-feira, a Jordânia triunfou sobre o Tadjiquistão, estreante na Copa da Ásia, com uma vitória por 1 a 0 e avançou para as semifinais do torneio pela primeira vez. O momento decisivo veio no segundo tempo, quando Vahdat Hanonov, do Tadjiquistão, inadvertidamente marcou um gol contra em bola parada, encerrando a impressionante sequência do Tadjiquistão no torneio.

Apesar da derrota, os jogadores do Tadjiquistão, que superaram todas as expectativas antes do torneio, foram aplaudidos de pé pelos torcedores que viajaram para assistir ao jogo. O técnico do Tajiquistão, Petar Segrt, reconheceu graciosamente o desempenho de Jordan, afirmando: “Você merece vencer, fez um jogo muito bom”.

O primeiro tempo da partida foi tenso, sem gols marcados. Ehson Panjshanbe, do Tadjiquistão, esteve perto de marcar, mas seu chute acertou a trave, enquanto Yazan Al-Naimat, da Jordânia, perdeu duas oportunidades desafiadoras de gol. O Tajiquistão também enfrentou um revés quando o atacante Shahrom Samiev teve que deixar o jogo aos 27 minutos devido a uma lesão no tendão da coxa.

A virada do jogo aconteceu aos 66 minutos, quando Abdallah Nasib, da Jordânia, marcou em cobrança de escanteio, que foi desviado em Hanonov. Apesar dos seus melhores esforços, o Tajiquistão não conseguiu empatar, com o remate de longa distância de Alisher Shukurov testando o guarda-redes da Jordânia, Yazeed Abulaila, mas acabando por não conseguir encontrar o fundo da rede.

Tendo sido eliminado duas vezes nas quartas-de-final, a vitória da Jordânia representa um marco significativo. Treinada por Hussein Ammouta, a seleção enfrentará a Austrália, campeã de 2015, ou a Coreia do Sul na primeira semifinal, na terça-feira.

Leave a comment